Dia Internacional da Paz



Este dia celebra-se todos os anos a 21 de Setembro e foi declarado pela ONU a 30 de Novembro de 1981.
Cada ano tem 360 dias, mas o Mundo fica em paz apenas 1. Segundo reza a História, a humanidade faz guerras desde sempre.

Claro, houve épocas piores e também melhores, mas não há memória de paz permanente ao nível global. Os Humanos são bons por natureza, mas corrompem-se facilmente. Acredito que qualquer pessoa, por mais má que seja tem no seu intimo o desejo de paz. Jesus Cristo veio à Terra porque acreditava na bondade das pessoas e ele provou-o com o seu exemplo. Quero deixar bem claro que quando me refiro a Jesus Cristo, não estou a falar de religião, mas sim de algo mais elevado. Ele não veio fundar religião nenhuma, mas sim ensinar-nos como podemos alcançar a Paz permanente. Depois que Jesus partiu, o Império romano apoderou-se dos ensinamentos dele e adulterou-os de forma a manipular o povo até à actualidade e acreditem ou não, o Império romano vive nos dias de hoje sobre a forma da religião católica. Reparem, o Papa possui o título de sumo pontífice e isto é apenas um pormenor entre muitos outros. Na realidade, as religiões falam de paz, mas promovem a guerra. Isto vai deixar de acontecer quando as pessoas abrirem os olhos e nessa altura vai iniciar-se a grande revolução para a Paz permanente. A ideia é muito simples, quer queiramos ou não estamos todos ligados e tudo o que fazemos e até pensamos tem um impacto ao nível global, embora não tenhamos consciência disso. Além desta interacção entre pessoas, ela reflecte-se na Natureza.
Ao menos que este dia sirva para ponderar-mos se vale a pena viver em guerra.


Comentários